Nós Ajudamos…

Há sempre quem precise

Saiba Mais...

Podemos fazer mais…

...Há sempre muitas formas de o ajudar

Saiba Mais...

Venha conhecer-nos…

... Saiba como o podemos fazer por si

Saiba Mais...

Participe neste Inquérito

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico (CADO) pretende efetuar um estudo para conhecer melhor a população do Alto Minho e as situações de cancro e os que maior incidência têm no Alto Minho.

Participe Neste Inquérito

Este questionário procura identificar e analisar a incidência de diferentes casos de cancro, no Alto Minho. Algo ainda pouco desenvolvido na região e que permitirá, por exemplo, elaborar uma estatística detalhada sobre os tipos de cancro, por concelho.

Saiba Mais...

Últimas Notícias

Junta de Freguesia de Alvaredo junta-se ao CADO

A freguesia de Alvaredo, em Melgaço é mais uma das juntas que se unem ao Centro de Apoio ao Doente Oncológico, com o apoio de um subsídio anual para o transporte de doentes.   Alvaredo é uma freguesia portuguesa do concelho de Melgaço, com 4,48 km² de área e 528 habitantes, como indicam os Censos de 2011. A sua densidade populacional é 117,9 h/km².

Proteção solar: 10 dicas

O sol é o principal responsável pelo envelhecimento cutâneo e pelo surgimento do cancro da pele. A proteção solar é o melhor método de preveni-los. Especialmente durante o verão, devido às férias, ficamos mais tempo ao ar livre e expostos ao sol, aumentando o risco de queimaduras solares. Nesta época, a radiação ultravioleta B, principal causadora de cancro da pele, apresenta maior intensidade e, por isso, todos os cuidados devem ser tomados para evitar a ação danosa do sol.  1. Evite exposições prolongadas e repetidas ao sol Queimaduras solares acumuladas durante a vida predispõem ao cancro de pele e ao seu envelhecimento. O […]

Gave é a mais recente parceira do CADO

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico está a crescer e conseguiu mais um protocolo, desta vez com a Junta de Freguesias Gave. A freguesia de Gave está localizada no vale do rio Mouro. Estende-se por 975 hectares de terras formadas principalmente em socalcos pelas encostas montanhosas da serra da Peneda, desde o leito do rio Mouro, até ao alto da Serra, de onde se obtém uma esplendorosa vista panorâmica. Esta freguesia tem 9,75 km² de área e 237 habitantes.

CADO lança campanha para viatura de apoio a doentes oncológicos

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico (CADO), em Melgaço, lançou uma campanha de ‘crowdfunding’ para comprar uma viatura que permita “dar uma resposta mais eficaz” às necessidades da população “mais envelhecida e isolada” do concelho. “Vamos Doar um Carro para a Associação Heróis e Espadachins” é o nome da campanha lançada para dar apoio aos doentes oncológicos. A iniciativa pretende reunir apoios para a compra de um veículo para o transporte de doentes a consultas e tratamentos através da plataforma de angariação de fundos crowfunding PPL. “Com aldeias remotas no Alto Minho, e uma população mais envelhecida e isolada, é preciso […]

O CADO ESTÁ AQUI PARA AJUDAR

O Centro de Apoio ao Doente Oncológico ao concentrar num só espaço os mais urgentes apoios de âmbito oncológico, num local com porta aberta, onde toda a população pode ser atendida de imediato, de uma forma simples, anónima, e sem burocracias, torna-se um porto de abrigo, para o doente e família. Tem como missão apoiar os doentes, apoiar a família. Ajudá-los a enfrentar a doença, conhecendo-a e oferecendo todo o apoio possível aos mais variados níveis: psicológico, social, enfermagem e médico. Vai desenvolver um trabalho dedicado a pessoas com cancro e suas famílias e por isso oferece serviços como apoio social nas questões emergentes, apoio psicoterapêutico para o utente/família e terapia ocupacional. Ajuda ainda o portador de cancro durante todo o período de tratamento. Tem como objectivo o auxílio na saúde, na comparticipação de medicamentos, próteses, suporte alimentar, transportes para tratamentos, compra de material hospitalar específico, empréstimo de equipamentos hospitalares como: cadeira de rodas, cadeira higiénica, cama articulada, canadianas, o apoio psico-terapêutico do doente e da família, entre outros.